Desafio 6 - Banco de alusões históricas


De acordo com a Cartilha de Redação do Enem, as estratégias argumentativas nada mais são do que recursos utilizados para expor o problema abordado e provar sua tese. Elas podem aparecer na forma de exemplos, dados estatísticos, citações, comparações, entre outras.

alusões históricas

Uma das estratégias argumentativas muito usadas nas redações nota mil do Enem é a alusão histórica. Ela é um tipo de estratégia que resgata um fato ou período histórico com o objetivo de:

  • Contextualizar o assunto;

  • Expor a origem do problema;

  • Comparar ou traçar semelhanças;

  • Exemplicar como a realidade mudou.

É comum o uso das alusões históricas como forma de buscar as causas das questões sociais, culturais, econômicas ou políticas, que, em geral, remetem ao passado.

Como inserir uma alusão histórica?

Antes de inserir uma alusão histórica em seu texto, é preciso se certificar que realmente há uma conexão clara entre o fato histórico e a tese defendida. 

Para não correr o risco de inserir uma abordagem histórica pontual ou deslocada do restante da reflexão proposta no texto, a professora Maria Catarina recomenda que o estudante se faça as seguintes perguntas:

  • Esse movimento se perpetuou?

  • Essa prática cultural ou comportamento social ainda acontece?

  • Ela diminuiu ou aumentou? 

  • Há tentativas, na atualidade, de reparar ou transformar esse traço histórico?

  • Essas propostas estão funcionando ou é preciso mudar de estratégia para reparar o problema?

DESAFIO DA SEMANA:

1- Escolha uma alusão histórica, exemplo Revolução Francesa, pesquise sobre e faça um resumo. Insira na letra correspondente. 

2- Busque alusões interessantes e conectadas com os temas de 2022.

3- Vamos construir juntos esses banco de dados de alusões históricas.

Vamos lá? Mãos a obra!

Browse the glossary using this index

Special | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | ALL

Page:  1  2  (Next)
  ALL

C

C

Colonização é o processo pelo qual os seres humanos ocuparam novos territórios pelo mundo. Uma colonização pode ter como objetivo a habitação ou a exploração de recursos. Diversos países no mundo foram colonizados por pessoas de diferentes culturas.

Temas que podem ser discutidos: genocídio indígena, miscigenação, desigualdade social, inferiorização de culturas, intolerância religiosa, doutrinação e a violência por parte dos colonizadores.


Crise de 1929

A crise de 1929, marcada pela quebra da bolsa de Nova York, foi seguida por uma grande depressão econômica que resultou na falência de diversas empresas e no aumento da pobreza e do desemprego.

Instabilidade econômica, economia, consumismo, desemprego, pobreza, fome, desigualdade e capitalismo.

Jamilly Medeiro


D

DITADURA MILITAR NO BRASIL.

Foi um regime autoritário que teve início com o golpe militar em 31 de março de 1964, com a deposição do presidente João Goulart. Durou 21 anos (1964-1985), estabeleceu a censura à imprensa, restrição aos direitos políticos e perseguição policial aos opositores do regime. Depois do golpe de 1964, o modelo político instaurado visava fortalecer o poder executivo. Dezessete atos institucionais e cerca de mil leis excepcionais foram impostas à sociedade brasileira. 

O governo, através da criação do Serviço Nacional de Informação (SNI), montou um forte sistema de controle que dificultava a resistência ao regime. Chefiado pelo general Golbery do Couto e Silva, este órgão investigou todos aqueles suspeitos de conspirar contra o regime, desde empresários até estudantes. 

Em termos econômicos, afim de recuperarem a credibilidade do país junto ao capital estrangeiro, os militares foram tomando as seguintes medidas:

  • contenção dos salários e dos direitos trabalhistas;
  • aumento das tarifas dos serviços públicos;
  • restrição ao crédito;
  • corte das despesa do governo;
  • diminuição da inflação, que estava em torno de 90% ao ano.

 

                 Gabriele Gonçalves Braga.


E

Escravidão no Brasil

A escravidão no Brasil ocorreu nos séculos XVI e XIX, foi uma forma de exploração da força de trabalho de homens e mulheres africanas, sustentada pelo tráfico negreiro pelo oceano Atlântico. Quando chegavam no Brasil a chegada era marcada, inicialmente, pela burocracia, eram classificados por sexo e idade, posteriormente era levados a locais onde se faziam leilões de escravos, que poderia ser na alfândega ou na região portuária. Aqui os escravizados foram destinados ao trabalho nos latifúndios de cana de açúcar, nas minas de ouro e diamantes, nas fazendas de café ou mesmo no trabalho doméstico, a escravidão foi um processo violento, com uma rotina de trabalho pesada para os cativos, sem lucro nenhum para eles, além disso, os escravizados eram assombrados pelo presença de castigos físicos e punições públicas. Com várias formas de humilhação, o troco, o açoite, uso de correntes presas no chão ou até mesmo gancho no pescoço. Por isso vale destacar as rebeliões feitas pelos cativos, como a rebelião de zumbi dos Palmares e as diversas táticas praticadas para fugir da violência injusta. Este período chegou ao fim com a assinatura da Lei Áurea em 13 de maio de 1888.

Pode encaixar em temas como:

•racismo/discriminação racial e social

•trabalho infantil

•direitos trabalhistas 

 

 

 

Luan loredo de jesus 


G

Guerra dos canudos

A guerra de canudos foi um conflito armado entre os habitantes de canudos liderados por Antônio conselheiro e o exército brasileiro eu escolhi esse acontecimento por ter agravado a economia local na época e pelo grande genocídio ocorrido sendo cerca de 25 mil pessoas mortas com a sua maioria habitantes de canudos.

Com essa alusão eu poderia citar: genocídio, intolerância religiosa, etnocentrismo, como a geografia e clima do local influência em revoltas,diferença de mundos em regiões diferentes do mesmo estado,etc...

Luis Cláudio Santos Gonçalves


N

Nazismo e Fascismo

 

Nazismo e Fascismo

O Nazismo foi um movimento político que se originou na Alemanha na década de 1920. Esse movimento foi a versão racista do fascismo, na qual o povo nórdico, entre os quais estavam os alemães, seriam superiores aos demais povos do mundo e, dessa forma, deveriam dominá-los. O principal líder nazista foi Adolf Hitler (1889-1945) e sua subida ao poder político na Alemanha, na década de 1930, criou as condições para a eclosão da II Guerra Mundial, em 1939. O texto que o leitor agora tem acesso pretende apresentar em linhas gerais as principais características do nazismo. Uma das primeiras ações dos nazistas foi a tentativa de tomar o poder no estado alemão da Baviera, em 1923. Por ser um grupo pequeno, foram facilmente reprimidos pelas forças de repressão. Vários de seus membros foram presos, dentre eles, Hitler. Na prisão, Hitler começou a escrever um livro que seria uma das bases das concepções políticas do nazismo. O livro Minha Luta, publicado em 1925, expunha algumas das principais ideias da organização social do nazismo.

EVELEN CAMILLY VIEIRA


O

O Apartheid

    O Apartheid foi um regime político que ocorreu entre 1948 e 1994 na África do Sul. Esse regime foi sustentado por um partido de extrema-direita chamado Partido Nacional  e se baseou no estabelecimento de uma legislação segregacionista, com o intuito de promover uma série de privilégios para a parcela branca da população. 

Esse sistema foi extremamente impopular, tanto na África do Sul quanto no exterior. Na África do Sul, ele se sustentou por décadas graças á censura e ao uso da violência por parte do governo. Movimentos de resistência foram formados, e um dos nomes dessa resistência foi o de Nelson Mandela. O Apartheid começou a ruir durante a presidência de Frederik de Klerk.

Racismo/discriminação 

  Alana Oliveira Santos 


O Cangaço

Foi um movimento social ocorrido no nordeste entre o século XIX e XX, um grupo de pessoas que se revoltaram contra a situação de precariedade no qual viviam, já que o poder estava concentrado nas mãos de fazendeiros.

- Descaso dos órgãos públicos com a população nordestina

- Fome e pobreza

- Coronelismo 

- Injustiça social

 

Karine Sofia Costa Carvalho 


P

Pre pos guerra

  • Pré e pós-guerras

Toda guerra possui um marco e deixa um legado para a sociedade em que se insere. Seja a Primeira ou Segunda Guerra Mundial, seja a Guerra do Paraguai no Brasil, ou a guerra ao terror na contemporaneidade, sempre é possível associar temas às mudanças provocadas após os conflitos. Também existem os conflitos internos e as guerras civis, como a Guerra de Canudos, que exemplifica a repressão com que as revoltas populares são tratadas no Brasil.


R

Reforma Protestante

Este movimento se iniciou no século XVI.  a partir de Martinho Lutero, um monge católico que estava insatisfeito com algumas práticas e questões teológicas defendidas pela Igreja Católica, podemos fazer conexão com.

- Intôlerancia religiosa.

- Desigualdade social.

-Corrupção no meio da igreja.

 

Ass: Geovana Brito Gimenes.

 



Page:  1  2  (Next)
  ALL